matrix 2.0

26 Nov

meio atrasado estou escrevendo sobre o texto relacionado ao filme matrix, e sua suposta realidade…

percebo que estamos cada vez mais vivendo numa espécie de matrix, onde todos têm que tomar a pílula vermelha e saber cada vez mais, conferir cada vez mais blogs, acessar cada vez mais informações, ficar cada vez mais conscientes. mas conscientes do que? informações pra quê? “ah, para saber o que está acontecendo no mundo”, me diria alguém aficcionado pela possibilidade de escrever sobre o avião que caiu a dois metros dele agora, no seu blog, para que o mundo acesse.

é claro que a famosa “web 2.0” e tudo que ela trouxe tem suas vantagens…quem nunca ficou horas navegando no youtube, ou lendo blogs e blogs com conteúdo realmente interessante? ou ainda pode publicar seus trabalhos a ponto de ser contatato por alguém que viu não se sabe através de onde?

o problema é a dependência que isso causa! às vezes dá uma baita vontade de tomar a pílula azul, ir pruma cidade do interior, ficar debaixo de uma macieira vendo o sol nascer e se por dia após dia, ordenhando uma vaca e sem fazer a mínima idéia do que quer dizer wiki, tags, rss, sites beta, e toda essa papagaiada que nos traz tanta coisa útil, mas nos aprisiona sem que possamos viver muito tempo longe, pra não “perder o fio da meada”.

indo um pouco mais fundo, quanto tempo você fica longe do seu e-mail? aquele conteúdo que está lá existe? e a realidade projetada na cabeça do neo e da trinity, existe também? as horas do dia em que você passa em frente ao computador digitando, ilustrando, programando, clicando, sobrepondo, colaborando, cortando e colando fazem alguma diferença aqui fora? peraí, eu disse aqui fora? como se eu não estivesse escrevendo isso dentro de um editor do wordpress, DENTRO da internet.

isso me dá medo.

o que é real? o que é útil? o que faz alguma diferença para o mundo não-virtual? o que é o mundo não-virtual?

há milhões de sites por aí (tanto que daqui a alguns anos irá ter aquele colapso e tal), mas no que isso altera seu comportamento para pedir desculpas para a sua mãe por ter deixado ela tanto tempo sem notícias suas? o que um blog com as novidades mais quentinhas da tecnologia vai acrescentar na relação que você tem com a senhora que está na sua frente na fila do supermercado e vem puxando papo? que tags você acrescentaria para uma conversa de 3 horas sob a luz da lua com a pessoa por quem você é apaixonado desde a sua infância?

como já disse aqui (e temo até ter sido redundante), não vejo mal nas tecnologias que envolvem o nosso dia-a-dia, muito pelo contrário…me utilizo de várias delas (lastfm, blog, fotolog, site, orkut, del.icio.us, e-mail…) mas sempre procuro fazer com que elas sejam útes para a minha vida além-monitor. lasftm me faz descobrir muitos artistas bons que posso gravar no ipod e ouvir assistindo a um pôr-do-sol; blog me faz poder ter meus trabalhos vistos por dezenas de pessoas por dia e assim eu poder conversar pessoalmente com alguém sobre isso, discutir conceitos de design, aprender e ensinar; orkut eu uso para mandar um recado para alguém que não vejo há tempos e não tenho o telefone, para que eu possa marcar um encontro, ou apenas mandar um “oi” virtual mesmo…enfim, acho que virtual por virtual não leva a muita coisa não…

acho que uma provável solução é tomar metade da pílula azul e metade da vermelha🙂 assim podemos usufruir tanto das melhores coisas que essa telinha nos mostra e dá a chance de interagir, como das coisas que só são sentidas com o toque, o olhar verdadeiramente 3D, o cheiro, e tudo isso junto.

giovani castelucci
4ºA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: